Adeus 2020!

Desde que me entendo por gente, como diz minha mãe, que não tenho conhecimento de uma ano tão, dolorido e doloroso, para muitas famílias,  como esse ano de 2020 .

Muitas pessoas se contaminaram com o Coronavírus ou COVID 19. Milhares no Brasil e milhões no mundo, não resistiram e acabaram perdendo a vida. Uma verdadeira catástrofe mundial, sem que se saiba com precisão, como  surgiu, apesar de especulações indicarem que surgiu em um mercado na China.

Por outro lado, além de vidas, houve também importantes perdas econômicas . Muitas empresas fecharam as portas, e, outro tanto de negócios, tiveram que se adequar, via online. Empregos foram perdidos e  outros suspensos com autorização do governo. Tudo em nome da contenção da propagação do contágio do vírus. O problema se tornou ainda maior, pelo uso absurdo da politização de “aproveitadores”, e as famosas”fake news”, via redes sociais e imprensa destacando o que lhe interessava, só aumentavam a dor.

Entretanto, nem tudo esteve perdido, como por exemplo, descobriu-se que muitos encontros e negócios poderiam ser realizados virtualmente, e esse talvez seja o legado que ficará quando tudo isso passar.

E nesse ponto fica a esperança de que a busca por um antidoto, em forma de vacina, venha finalmente neutralizar o "inimigo em forma de vírus" e libertar a humanidade desse pesadelo.

Desejar que ao final de 2021 possamos dizer que finalmente voltamos à vida normal, graças a Deus!

Alguns segmentos de negócios foram absurdamente prejudicados, em especial todos que criavam aglomerações de pessoas. Nós do ramo de festas e eventos, estamos nesse grupo e por isso sobreviver ao vírus e ao caos econômico foi bem difícil e nem todos conseguiram sobreviver.

Finalmente, ainda sofremos o impacto da incerteza do que virá para o futuro, mas com certeza jamais será igual ao ano de 2020. Certamente, viveremos dias melhores, é o que todos desejamos.

Feliz Ano Novo!

Túlio de Pinho